.Eu

.pesquisar

 

.Julho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
24
25
26
27
28
29
30
31

.Acabado de dizer

. FOBIAS E PARANOIAS

.E já disse tanto...

. Julho 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

Terça-feira, 2 de Setembro de 2008

FOBIAS E PARANOIAS

Eu detesto bichos. Detesto baratas, centopeias e escaravelhos, melgas, mosquitos e moscas, borboletas e abelhas, bichos, bichinhos e bicharocos... tudo o que seja coisas com patinhas, pelinhos, casquinhas estaladiças... ui que até me estou a arrepiar toda... urgh!!!

 

Mas MEDO, PAVOR, AVERSÃO COMPLETA,  isso eu tenho de aranhões e familiares. É que não consigo superar esta fobia. É desarmante a figura ridícula que faço quando tenho que chamar alguém para matar um aranhão do tamanho de um botão (muitas vezes, um bocadinho mais pequenito...). E quando não há ninguém??? Bom, aí é o sofrimento total!! Eu assopro, eu tento ignorar, armo-me em valentona e... sem olhar, com um sapato que não seja meu, ou meio quilo de papel higiénico, lá vou matar o bicho. Ai meu Deus, se soubessem como me custa... Já cheguei ao cumulo de acordar o meu pai a meio da noite para matar um aranhão no meu quarto, quando era solteira (mas esse era mesmo grande)! Além disso nunca me deito, ou ao meu filhote, sem uma investigação minuciosa a todos os cantos dos quartos, não vá haver visitantes inoportunos. Penetras, é o que são!! E ainda gozam comigo. O marido farta-se de gozar, diz que dá sorte ter aranhões pretos em casa... por favor!! Nem que fossem pintados de ouro!!!!

 

Pronto, já deve dar para perceber a minha fobia... e nem vale a pena contar as minhas figuras de pânico (e de parva) se encontro um aranhão dentro de um carro e começo aos gritos e a arranjar maneira de fugir por qualquer lado, nem que seja a janela!! E se me poisa algum bicharoco em cima?? Aí quase que morro. É o pavor total! Nesse aspecto o marido já anda mais compreensivo, e às vezes nem diz nada, e tira a coisa de forma despercebida e tal... e no fim quando me conta... quase que morro na mesma!!

 

Bem, eu moro no campo, logo, já se está a ver a quantidade de criaturas que me atormentam os dias. Um dia destes, numa das minhas incursões nocturnas ao quarto do meu bebé (que sempre são cerca de 4/5 idas ao quartinho dele durante a noite para dar maminha), vinha a sair do quarto dele, meio acordada meio a dormir, às escuras, DESCALÇA, e CRASH!!!  Não é que fui pisar a porcaria de um bicho de conta?? Gigante, ainda por cima???

 

Não fosse ser amiguinha dos animais e abolia estas espécies todas! Zás! Para sempre! E que descanso seria acampar, fazer um piquenique ou ... MORAR NA MINHA CASINHA, SEM BICHOS, SE FAZ FAVOR!?!

sinto-me:
tags:
publicado por Antes assim... às 14:30

link do post | comentar | favorito
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

.links

.tags

. todas as tags