.Eu

.pesquisar

 

.Julho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
24
25
26
27
28
29
30
31

.Acabado de dizer

. o amor

. Cá por casa é tudo compli...

. Porque viver é mesmo assi...

. Março

. 2011

. PODIA SER DE UM FILME...

. PRENDINHAS DAS BOAS

. A NOSTALGIA DO NATAL

. A VIDA NÃO É FÁCIL...

. BIRRAS... COISA MAI LINDA...

.E já disse tanto...

. Julho 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

Sexta-feira, 17 de Abril de 2009

CHEIROS

Eu tenho uma relação de amor/ódio com os cheiros. Passo a explicar...

Há cheiros que me fazem viajar no tempo. Por vezes, quando menos espero, em cheiro leva-me muitos anos atrás, fecho os olhos e consigo reviver momentos inesquecíveis. No Inverno, em noites muito frias, quando saio de casa da minha mãe à noite, o cheiro do jardim molhado lembra-me momentos tão intensos da minha adolescência. Há perfumes que me levam a situações em consigo até visualizar a roupa que vestia há mais de 15 anos atrás... há cheiros de amaciador de roupa que me levam à casa da minha mãe, da minha tia, a minha no inicio de casada... Deve ser por isso que muitas vezes dou por mim a inspirar fortemente perante uma comida, uma bebida, um perfume, uma flor, a terra acabada de ser molhada pela chuva, a cal... até o cheiro que fica na roupa depois de se andar de mota (uiii... anos loucos!!).

 

Engraçado é dar comigo a dizer o nome do perfume de quem passa por mim... quem me acompanha e já me conhece, não estranha quando passa um rapaz por mim e eu simplesmente digo ... Ácqua di Gio... ou uma rapariga e ... Tribu, da Benetton!!! E não raras as vezes, quando cumprimento alguém cheiroso não resisto a uma bela inspiradela, e a um elogio!!

 

Talvez por os cheiros me marcarem tanto, ou por ser tão conservadora, não sei, o que é certo é que tenho tendência para me "agarrar" a um perfume e é difícil arranjar substituto. Foi assim com o Eden, que reinou durante 5 anos, ou com o Noa, que ainda anda lá por casa... Quando comecei a falar com o marido, uma das coisas que mais me marcou foi o cheiro... Meu Deus, ele cheirava imensamente bem!! Ácqua di Gio, que ainda hoje é o meu perfume favorito nele! No entanto, outros perfumes que ele foi usando acabaram por ser importantes, porque cheirá-los de novo me levam à nossa primeira passagem de ano juntos... as primeiras férias juntos... os fins de semana no Norte!

 

Lembro-me do cheiro do gel de duche que usei durante a gravidez.... dos meus cabelos cheirarem ao champô e amaciador de chocolate durante a gravidez e enquanto estive na maternidade... do cheiro do meu bebé! Sempre cheirou tão bem... até cerca dos 6 meses, quando o meu filhote bocejava vinha um cheirinho maravilhoso açucarado! Mesmo agora, daquela boquinha vem sempre um cheiro doce! Desde pequenino que usa o perfume da Zippie para menino, eu adoro, e também o uso. Sim, porque se há coisa que eu detesto é que o meu filho cheire a perfumes  de mulher (por isso é que quando vem de casa da avó paterna é imperioso um banho e a roupa toda para lavar, porque vem de lá encharcado em perfume forte). Em consequência, eu própria deixei de usar os meus perfumes! exagerada?? Talvez.... porque se ele ficar com o cheiro do perfume do pai, do tio ou do padrinho eu já não importo, eh eh eh!

 

Depois vem a parte do ódio... e ai a minha vida complica-se porque sofro imenso com certos cheiros! Por exemplo, não consigo suportar os cheiros dos talhos. Lido muito mal com o cheiro do peixe. E o cheiro a muita gente... sabem? Aquele cheiro... durante os anos de universidade, no autocarro, valeu-me o meu cabelo comprido que punha à frente do nariz! Pior é quando não suporto mesmo e tenho que levar  braço à cara, para me cheirar a mim e não desfalecer mesmo ali!!! Durante a gravidez foi difícil lidar com cheiros, e alguns ficaram insuportáveis para sempre: tabaco, 3 perfumes de mulher e um amaciador de roupa. Muitas vezes entrei no refeitório do meu local de trabalho e a custo contive um vómito... o mesmo me acontece com pessoas que cheiram a suor... já me aconteceu ter mesmo que ir embora, por não aguentar mais suster a respiração!!

 

Mas tanta coisa por causa dos cheiros apenas para admitir a minha mania de cheirar o meu filhote. Sim, eu sei, pareço uma leoa a reconhecer a cria! Mas adoro. E muitas vezes lhe peço para me deixar cheirá-lo... só um bocadinho! Mais engraçado é ver que ele também gosta de me cheirar... manias!! Não se explicam e não têm que ser compreendidas por todos...

 

 

tags:
publicado por Antes assim... às 10:23

link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De mamaepedro a 17 de Abril de 2009 às 11:10
És uma cheiradeira pá :o)))).
Eu adoro o Noa, e já não tenho há quase um ano :((((, vou cravá-lo para o dia da Mãe.

Beijokas cheirosas
De Antes assim... a 17 de Abril de 2009 às 12:06
Ó pá pois sou, eh eh eh!! Olha boa ideia, uma excelente prenda do dia da Mãe, muito, muito cheirosa!
Beijinhos
De maebabada a 17 de Abril de 2009 às 15:10
eu também sou assim, por exemplo detesto ir àqueles mercados com muitas bancas de peixe, fico agoniada e depois muita agua no chão e penso logo que vou ficar com aquele cheiro nos sapatos. O dos talhos suporto melhor mas também não gosto....
esse é outro dos motivos para não ter um cão num apartamento, o cheiro inevitavel que deixa...
e muitas vezes quando vejo uma comida nova e me dão um bocadinho a provar não resisto a cheirar antes de meter na boca, se o cheiro não me agradar já não entra!

beijocas
De Antes assim... a 17 de Abril de 2009 às 15:46
Bom, já vi que me compreendes plenamente!! E sim, o cão trará sempre um cheiro, por muito que o limpemos... o nosso truque era limpá-lo com um pano embebido em álcool , por conselho do veterinário, contra cheiro, sujidade do dia a dia e que fazia bem ao pelo! Mas mesmo assim, é inevitável o cheiro a cão, que se pode sentir ainda mais numa área mais pequena, claro!

Comentar post

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

.links

.tags

. todas as tags