.Eu

.pesquisar

 

.Julho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
24
25
26
27
28
29
30
31

.Acabado de dizer

. o amor

. Cá por casa é tudo compli...

. Porque viver é mesmo assi...

. Março

. 2011

. PODIA SER DE UM FILME...

. PRENDINHAS DAS BOAS

. A NOSTALGIA DO NATAL

. A VIDA NÃO É FÁCIL...

. BIRRAS... COISA MAI LINDA...

.E já disse tanto...

. Julho 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

Segunda-feira, 23 de Março de 2009

O REGRESSO!

E já passaram as minhas mini férias, que me souberam maravilhosamente bem... mas a pouco, claro!!

 

Consegui aproveitar o meu pipoca, que segundo as más línguas porta-se muito pior na presença da mãe e ficou muito mimado e agarrado á mãe... mentira!! O meu rico filho, contrariando as piores perspectivas, ficou muito satisfeito com a avó hoje de manhã, após a mãe ter-lhe explicado que ia trabalhar... ganhar "einho" para comprar "tétes" e "pampies"!! Mas a verdade é que, realmente, ele porta-se pior na minha presença... acha que pode fazer tudo e tenta sempre que eu lhe faça as vontades. Como isso nem sempre acontece, brindaram-nos algumas birrinhas, porque agora é tudo "à nhio" (ou seja, o menino é que faz...)!! E pronto, lá paga a mãe pela boca grande que tinha quando via os outros meninos a fazer birra e dizia para si que se fosse com ela... se fosse filho dela... Agora que a mãe é mãe, tem uma paciência infinita para tolerar mini birras, que mais vale ignorar para que não se transformem em grandes birras. Ah! E a mãe, que agora é mãe, sabe inventar grandes historias para convencer o menino a não fazer só aquilo que quer... e o que não deve! Pois... a mãe, que agora é mãe, compreende tão bem as outras mães... o pai é que a mãe ainda não percebe, porque não sabe evitar birras, às vezes provoca-as e no seu auge em vez de ignorar, acha que é a melhor altura para se impor... a mãe já lhe disse que tem que criar e educar os dois!!!!

 

Mas pronto, birras à parte, e chamando-lhe personalidade forte que é muito mais chique, o pipoca proporcionou-me momentos fantásticos. Apanhamos sol, brincamos, conversamos, cantamos e dançamos.... "buitho"!! No dia do pai o pipoca ofereceu ao pai uma base onde decalcou a mãozita, com uma moldura pequenina onde está uma linda fotografia do menino. Tudo feito em massa de moldar branca, a mão pintada em azul (Não se conta a ninguém, mas à falta de material adequado, a mãe usou o giz do snooker!!! Ficou uma maravilha e saiu em segundos da mão do pipoca!!) e umas estrelas, flores e um bonequinho  em plasticina azul e verde... a mãe ajudou o pipoca... ou melhor, ele tentou ajudar a mãe... mas divertimo-nos muito e o pai adorou. A mãe escreveu ainda um lindo postal azul na linguagem do pipoca... e teve que traduzir ao pai, que no dia seguinte, meio envergonhado, lá me pediu para explicar melhor o que é que ele lá dizia!! E ainda recebeu umas amêndoas de chocolate, que a mãe sabe que ele adora! Nesse dia, de manhã levei o pipoca comigo às compras do mês pela primeira vez, só nós os dois, e ele portou-se tão bem!! À tarde fomos à "paia", porque o pipoca andava desejoso. De bola debaixo do braço, pá e balde no outro, lá saiu de casa feliz da vida. Estivemos 1h à beira mar, com um tempo muito bom, a jogar à bola, a apanhar pedras e simplesmente a ver o mar... o que me encantou ver o pipoca agachado, muito sério a contemplar o mar. Estava mesmo feliz o meu menino!! Comemos um gelado e viemos embora... o pipoca portou-se muito bem!

 

No Domingo à tarde voltamos a ir à paia, mas o pipoca tinha dormido pouco, havia muita gente... e cães a mais... naquela praia, pelo que ele acabou por ficar mal disposto. Não quis jogar à bola, nem sequer ir à beira mar. Mesmo assim demos um belo passeio, e chegamos já de noite a casa da minha mãe, onde jantamos.

 

Durante estas férias consegui fazer algumas arrumações, mas não todas as que queria. Consegui aturar o pai doente... e não vou tecer mais nenhum comentário, apenas que foi um vírus que lhe fez febre, tosse e dor de garganta, o que eu também tive (excepto a febre) juntamente com uma linda crise de sinusite que ainda não me passou... o pipoca também anda constipado, ontem à noite tinha uma pontinha de febre, de manhã não tinha mas ao almoço voltou... já está medicado, para ver se passa rápido!! Claro que está muito mimão e só quer colinho da mãe! A mãe agradece, eh eh eh!!

 

A última do pipoca é distribuir-me beijos pela cara toda, orelhas e cabelo... e de vez em quando, lembra-se, vem direito a mim e dá-me um beijo na perna, ou no pé, ou aonde calha... um amor, este menino... sabe tanto!!! Ah, e agora também gosta muito de dizer "óia" (olha)... é "óia mãe, óia"... "óia, thaiu"... e praticamente todas as frases do pipoca começam com um "oia" entre o admirado e entusiasmado!!

 

tags:
publicado por Antes assim... às 17:20

link do post | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

.links

.tags

. todas as tags