.Eu

.pesquisar

 

.Julho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
24
25
26
27
28
29
30
31

.Acabado de dizer

. o amor

. Cá por casa é tudo compli...

. Porque viver é mesmo assi...

. Março

. 2011

. PODIA SER DE UM FILME...

. PRENDINHAS DAS BOAS

. A NOSTALGIA DO NATAL

. A VIDA NÃO É FÁCIL...

. BIRRAS... COISA MAI LINDA...

.E já disse tanto...

. Julho 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

Segunda-feira, 9 de Fevereiro de 2009

PONTO DA SITUAÇÂO

Quinta à noite – discussão feia, porque os pais lhe vão emprestar dinheiro para um negócio dele, eu fiquei triste, ele perguntou porquê e eu respondi que esperava que ele soubesse no que se estava a meter… relembrei as vezes que lhe mandaram o dinheiro à cara e a situação de há três semanas… ele não gostou que tivesse ficado contra a situação, que nem foi contra… foi triste, muito triste mesmo.

Sexta durante o dia – começou com secura e indiferença e terminou mais normal…
Sábado – O ar de sempre, como se não se tivesse passado nada, e eu com o ar de sempre, como se se tivesse passado tudo… não deu para melhorar o ambiente!
Domingo – Começou com ele chateado por termos feito barulho, por não deixar dormir… ao almoço já vinha normal, mas eu não estava. No fim do almoço saiu para o escritório, no fim de ter dito que não queria ir jantar à minha mãe… passado uns minutos liguei-lhe e disse que ia sair, ao shoping, comprar o fato de carnaval do pipoca e umas prendas de anos. Ele disse que em 5 minutos estava em casa. Após uma breve troca de impressões sobre essa situação ele percebeu que não devia ter ido embora… e que eu ia mesmo que ele não fosse. Lá fomos… quando chegamos ao shoping já ele estava muito bem disposto…fizemos as compras… quando vínhamos embora ele deu a ideia de passar no Mac e levar comida para casa. Assim foi! Passamos o caminho de regresso a casa a dar batatas ao pipoca que pedia insistentemente “maix… maix”. Chegamos a casa com ele a dormir agarrado a uma batata. Assim que acordou meteu-a logo à boca!! Jantámos e focamos a ver televisão. O serão foi agradável, ele estava bem disposto… eu tentei estar o melhor que pude… e ouve alturas até em que voltamos a estar na brincadeira, porque ele se metia comigo. Acabei por me ir deitar com muita vontade de ficar bem com mas ao mesmo tempo de lhe dizer umas coisinhas… como não consigo ficar bem com ele, porque as atitudes dele nos afastam cada vez mais, e falar não adianta porque ele vai interpretar tudo à maneira dele… e estamos assim. Ele bem, normalíssimo, a achar que não há necessidade nenhuma de eu estar assim, porque não há razão para isso. E eu a não conseguir estar bem com ele, à conta de tudo o que penso sobre esta situação de m****…
publicado por Antes assim... às 12:35

link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De cátia fernandes a 9 de Fevereiro de 2009 às 13:04
hoje estou como tu, o meu marido passou o fim de semana todo com os amigos, tooooooodo, hoje de manhã fez-me uma que nem conto, à custa disso cheguei atrasada ao trabalho mas ele nem quis saber. Anda uma pessoa a querer levar as coisas para a frente e de repent vê que anda a tentar sozinha, que vida...
ainda por cima no trabalho a chefe parece que tirou o dia!Já choraminguei duas vezes e já fui ao wc uma... Há dias que não deviam existir!
De Antes assim... a 9 de Fevereiro de 2009 às 14:19
Ó amiga... como te compreendo... essa de me atrasar por culpa dele e ele não se importar com isso, volta e meia acontece-me, e dano-me tanto porque parece que o nosso trabalho e o nosso esforço não vale de nada...
E sim, também sinto que só eu faço por uma vida a dois... deviam ser os dois, não é?? Olha amiga, força e o chefe que vá dar uma volta bem grande... dizia-te para teres uma conversa com o teu marido, mas quem sou eu para o dizer... Há dias em devíamos saber de antemão como vão correr...
Beijinhos, e força linda!!
De mil sorrisos a 9 de Fevereiro de 2009 às 13:11
Nem sei que te diga, é terrível quando há coisas por dizer e por esclarecer, não conseguimos andar bem, né? Melhores dias virão...
Beijos e Mil Sorrisos
:o)))))))
De Antes assim... a 9 de Fevereiro de 2009 às 14:15
Espero bem quer sim amiga... porque como está é tão mau, e não dizer tudo o que queria custa-me muito!! Acabo por estar mal e ele não compreende porquê...
Beijinhos, e obrigada
De maebabada a 9 de Fevereiro de 2009 às 13:47
em 1º lugar os homens e as mulheres têm formas muito diferentes de lidar com as situações, nós queremos falar sobre tudo e mais alguma coisa eles acham que nunca é preciso....
Em 2º...não sei que te diga, pensa que os pais vão sempre ser pais dele...isso não vai mudar, experimenta uma conversa a duas com a tua sogra, fala com ela abertamente, diz que a vossa ausencia de relação não é bom para ninguém...não sei, tenta qualquer coisa..

beijocas
De Antes assim... a 9 de Fevereiro de 2009 às 14:14
Ai amiga, eu sei que tens razão, e já tive o sábio conselho de não querer estar sempre a falar de tudo... o pior é que o que fica por dizer me corrói por dentro! Eu sei que enquanto a situação com os pais dele continuar nós também vamos continuar assim, mas falar com esta fora de questão. Já o fiz por duas vezes, e acabei humilhada, desrespeitada e com ele a acreditar nas mentiras da mãe... pelo menos tentei... e tentei que falasse ele com ela, mas ele não faz... mas obrigada pelos conselhos, são sempre tão bem vindos!
Beijinho

Comentar post

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

.links

.tags

. todas as tags