.Eu

.pesquisar

 

.Julho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
24
25
26
27
28
29
30
31

.Acabado de dizer

. o amor

. Cá por casa é tudo compli...

. Porque viver é mesmo assi...

. Março

. 2011

. PODIA SER DE UM FILME...

. PRENDINHAS DAS BOAS

. A NOSTALGIA DO NATAL

. A VIDA NÃO É FÁCIL...

. BIRRAS... COISA MAI LINDA...

.E já disse tanto...

. Julho 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

Terça-feira, 26 de Agosto de 2008

UM BEIJO...

Hoje o meu bebé lindo acordou às 7.00h... queria maminha, a mãe deu. Como o despertador estava programado para as 7.30h resolvi ficar deitada na cama dele e ele, todo contente, ficou por ali a "conversar" (tá... tápi... tátá... ti ti...), "deita a becinha" dizia eu, e ele lá deitava a olhar para mim, com um sorriso cumplice e maroto.

 

Quando o despertador tocou o meu bebé estava deitadinho de rabinho para o ar (como gosta de dormir) muito sossegadinho, mas acordadissimo... e foi com muita satisfação que viu que nos iamos levantar!! E cumpriu-se o ritual: levantar, fazer a cama com ele a esconder-se pelos lençois e edredon e, finalmente, ir acordar o "pá"!! Ele adora, mas só vai quando percebe que eu vou atrás. Se eu paro ele fica à espera a apontar para a porta e a dizer "pá" "pá"! Lá fomos. Ele entra devagarinho e encosta-se à cama à espera que o ponha lá em cima, depois atira-se ao pai com miminhos (alguns beliscões e algumas arranhadelas no meio da excitação de ver o pai a acordar...).

 

Voltámos à rotina, vou-me vestir e quando volto ao quarto encontro o marido todo tapado com o lençol... lembro-me dos primeiros tempos de casados, dos dois primeiros anos, que ele fazia o mesmo numa ronha e birra para não se levantar e eu metia-me com ele (sem medos de más respostas) e ele puxava-me e brincávamos. Enchi-me de certezas por dentro e, mais uma vez, considerei o meu orgulho, escondi o que sentia pelo que ele me tinha dito durante a semana toda que passou, destapei-lhe a cabeça, ele olhou espantado, dei-lhe UM BEIJO...

 

É pena que estes momentos durem tão pouco... antigamente era quase sempre assim... podia voltar a ser assim, não era?? E porque é que não volta??

 

sinto-me:
música: beijo; cama; quarto
publicado por Antes assim... às 10:21

link do post | comentar | favorito
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

.links

.tags

. todas as tags