.Eu

.pesquisar

 

.Julho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
24
25
26
27
28
29
30
31

.Acabado de dizer

. o amor

. Cá por casa é tudo compli...

. Porque viver é mesmo assi...

. Março

. 2011

. PODIA SER DE UM FILME...

. PRENDINHAS DAS BOAS

. A NOSTALGIA DO NATAL

. A VIDA NÃO É FÁCIL...

. BIRRAS... COISA MAI LINDA...

.E já disse tanto...

. Julho 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

Quinta-feira, 12 de Novembro de 2009

CURIOSIDADE!!

De manhã, quando acordou:

"Mãe olha o thól!"... sim filho, já é de dia, o sol já dormiu e agora acordou!

 

À noite, quando iamos para casa:

 

"Mãe thá thulho no popó... O B. tem medo do thulho"... Ó filho, tá escuro no carro porque já é de noite! E não tens de ter medo do escuro. À noite consegues ver coisas muito lindas, a lua, as estrelas, muitas luzes acesas...

 

"A ua mãe?"... A lua deve estar a acordar, daqui a pouquinho já a vês ali no céu escuro!

 

"Mãe num há ua... thá muthas nungens..."... hummm, pode ser que lá em cima, ao pé da nossa casa, não haja tantas nuvens e já a consigas ver!

 

"Olha mãe, olha!! É a ua... e muthas thêuas... e nungens amein!"

tags:
publicado por Antes assim... às 09:31

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quarta-feira, 11 de Novembro de 2009

QUAL LÉU, QUAL QUÊ??

O meu filho insiste em andar descalço, ou melhor "De péix ao uéu" (De pés ao léu). Já fiz de tudo. Já expliquei que descalço só no Verão, que mesmo em casa no minimo tem de ficar com as meias, que o amiguinho G. não sai de casa há quase uma semana porque tem tosse por andar de pés ao léu (ter tosse tem, o resto é treta, mas era um argumento forte... a meu ver), que meninos maus é que andam descalços na altura do frio, que não lhe dou isto ou aquilo... e ele simplesmente ignora. É que nem sequer quer saber se come kinder ou não. À minima chance tira as meias! E se lhe calço dois ou três pares, lá vai tirando um, depois outro, depois outro...

 

Admito que eu propria detesto andar de pés apertados, e descalço-me assim que chego a casa, mas calço uns chinelos. Ele tem pantufas normais, pantufas de lagartinhas, cães, ursos e até de uma coisa que parece um sapo meio alienigena... nada o convence!

 

Há dois dias que lhe visto collants. Mesmo assim, na loja, a minha mãe não consegue evitar que ande descalço algum tempo... mas pelo menos com meias!! É que nem os pés gelados o demovem.

 

Hoje de manhã perguntei-lhe se queria vestir collants ou meias, disse "Mêas mãe... as cóans não, xaõ mutho nanes!", pois pois, são tão grandes que o malandro não consegue andar verdadeiramente de pés ao léu. Pois vivam as collants!!!

 

Engraçado é ele aproveitar qualquer oportunidade para me convencer que é normalíssimo andar de pés ao léu:

 

"Vêix mãe? A popota tá de péix ao uéu..." a mostrar-me um copo com hipopotamos... descalços, claro!

 

"Olha mãe... o Uca tem péix ao uéu!", e quando na cena seguinte lhe chamo a atenção que o Ruca só estava descalço porque ia dormir e que para sair da cama calçou pantufas ele limitou-se a dar-me um "Poix...", tipo isso não interessa nada!

 

Ralhar, ignorar, chantagear, conversar, nada adianta... por isso, rico filho, a ver se descobrimos assim umas pantufas maravilhásticas que não queiras tirar nunca dos pés. Mas depois não me venhas com birras de que queres sair para a rua com elas... já basta quereres levar os botins acravados de caca de galinha para a loja!!!

 

 

tags:
publicado por Antes assim... às 16:03

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

ELES

Adoram comer... aliás, lá em casa adoramos comer, mas abençoada dieta que me anda a ajudar a não ter tanta vontade de comer!! Mas o mais engraçado é ver a satisfação com que o meu piqueno come. Ele é "Humm", " É boum!" e "Humm... mutho bom!" enquanto vai comendo, que aquilo até dá gosto!. No Domingo tinha prometido fazer para o jantar de segunda uma bela pizza. Na segunda esqueci-me e o jantar deles acabou por ser o resto do polvo à lagareiro do almoço de domingo... ele não se tinha esquecido e perguntou-me logo pela pizza!! Ao fim de uma série de desculpas nada esfarrapadas, não o convenci de que me tinha mesmo esquecido, e lá o convenci de que só não a pude fazer porque ele tinha partido o prato de levar as pizzas ao forno...

 

Ontem, conforme prometido, lá fiz a pizza. Foi ideia excelente para aproveitar o resto de um lombinho de porco com molho de tomate, assim como o bocado de queijo raclette que já ameaçava estragar-se! Com salsichas, cogumelos e atum (ingredientes escolhidos pelo menino) lá fiz uma gigantesca e cheirosa pizza. Haviam de ver os dois atacados à dita, aquilo era só elogios e eu babadíssima a vê-los comer com tamanha satisfação e com os elogios, claro!! Fui obrigada a provar um bocadinho, não só porque era a primeira vez que usava aquele queijo em pizza e queria ver o resultado do sabor (porque de aspecto estava um espanto) como também porque o meu filho ia fazendo uma birra quando eu lhe disse que não comia mais nada no fim da sopa. O jantar foi uma maravilha, mas mesmo só provando, acabei por ficar mal disposta e com dor de estômago (quando é que alguma vez na vida eu pensei que o meu amigo estômago fosse reclamar desta forma à quantidade de comida que lhe dou!!!).

 

Assim, para alem de na véspera o meu filho ter contado a toda a gente que a mãe ia fazer pizza, hoje contou a toda a gente que comeu pizza "Mutho bôa!!"

publicado por Antes assim... às 14:19

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 10 de Novembro de 2009

É GERAL, OU É SÓ COMIGO E COM O MARIDO??

No domingo aproveitamos a sesta do pipoca para ir fazer umas comprinhas! Fomos ao shoping ao encontro do meu mano e da minha cunhadinha. Ele para comprar casacos, eu botas. Entramos na loja para ver os casacos, ele gostou de 3, pediu o numero dele, experimentou... a vendedora tentou impingir-lhe o blusão azul, ele disse logo que era mesmo castanho que queria, nem valia a pena experimentar o outro. Perguntou-me se ficavam bem, ficavam, então vão, foi pagar e sair. E foi assim, que em cerca de 10m o marido despachou as compras dele!!

 

Seguiram-se as minhas compras, fui com a cunhadinha espreitar uma sapataria, onde não gostamos de nadinha. Na FOREVA vimos a montra. Lá estavam as botas que a cunhadinha adorava. Em consenso, eu e o marido gostamos de dois pares de botas, umas pretas e outras castanhas, conforme o pretendido, umas a 99.00€ e outras a 89.99 €. Ok.... lá insisti com o marido, que na loja do Retail Park havia mais escolha, e botas mais baratinhas... Bom, chegados lá deparo-me com umas 6 filas de botas!! Começo por ver tudo com a cunhadinha, enquanto o marido acaba de fumar. Quando o marido chega começo eu "Gosto destas, destas, destas, destas...". Ele torce o nariz, era tudo botas rasas. E ele responde "E estas, estas, estas e estas??". Eu torço o nariz, porque era tudo botas de salto alto. Ele condescendeu e quis que eu seleccionasse das rasas quais queria experimentar. Pois... mas isso não é assim. Uma pessoa precisa de preto e castanho, depois vê lindas em azul, beije, vermelho... começa a pensar na roupa que tem, nas combinações possíveis, e até a mim já me metia nervos a minha indecisão. Gosto de fazer compras, claro, mas não tenho paciência nenhuma para comprar roupa e sapatos... porque sou uma indecisa do caraças, a não ser quando vejo assim algo que é meeesmo aquilo que queria!! O marido decidiu, experimentei e a moça, com um sorriso de pena/compreensão (não sei se de mim se dele e dos desgraçados do meu mano e cunhada...) lá levou os dois pares para o balcão. A seguir condescendi eu... experimentei umas botas escolhidas pelo marido, não muito altas, e nada de bicudices (que para mim ou é confortável, ou não serve mesmo... e bicudas já bastam as que estão lá por casa e só uso quando o rei faz anos... e por pouco tempo!!). Giras pá... mas beijes tambem. Uma troca rápida e as beijes rasas passam a beijes semi altas. E pronto, no fim de um bom bocado de tempo, de correr meia dúzia de vezes todos os corredores, do marido suspirar e assoprar, lá saí eu da loja, sem botas pretas nem castanhas... mas com umas vermelhas e outras beijes... e umas azuis no pensamento!!! Há... e tudo por 65.00€, eh eh eh!

tags:
publicado por Antes assim... às 15:13

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Sexta-feira, 6 de Novembro de 2009

OBRIGADINHA MARIDÃO!!

No ano passado torceu o nariz. "Mais uma dieta?? E onde é?? Em Lisboa?? E isso resulta, e vais cumprir?". Acabei por ir à primeira consulta como acompanhante e não fiz nada porque ainda amamentava.

 

Em Agosto deste ano marquei consulta para Setembro. Chegados a uma semana da consulta avisei-o de que ia a uma médica para fazer uma dieta. Fui... e só no fim é que ele soube que até nem era no mesmo lugar do ano passado, e era um bocadito ainda mais longe!!

 

Tenho-me portado bem. Ele não tem comentado. No outro dia eu penteava-me no espelho, já de pijama e ele vem por trás, dá-me um beijo de despedida para ir para o escritório e volta atrás e diz "Ah!! Aquelas calças que tinhas hoje ficam-te bem no rabo. Tá mais pequeno!". Hummm... ao fim de tanto tempo, o elogio não foi mauzito!!

 

Há duas semanas comecei a vestir camisas (ou blusas, que é mais feminino!!), ele adora, eu tinha algumas mas faltava um palmo para as abotoar. Disse-me que finalmente começava a andar bem vestida...

 

A semana passada chega a casa com um saco de roupa para ele, meia hora atrasado para o jantar e a primeira coisa que diz é "Antes de começares a ralhar, é só para saberes que fui à loja da tua mãe comprar roupa! Ah, e deixei lá uma espécie de cheque prenda, que foi mesmo em dinheiro, de 200.00€ para comprares roupa para ti! Vê lá se não escolhes muito caro que assim trazes mais... e pede um bom desconto!"

 

Sabes marido? Agora eram umas botas pretas e umas castanhas sim??

 

Amo-te, e tu sabes disso... e não, não é só por este tipo de coisas. É muito mais pelo resto. Mas que isto sabe bem, lá isso sabe!!

tags:
publicado por Antes assim... às 17:25

link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito

SER MÃE DE UM PUTO DE DOIS ANOS MALANDRECO É...

... Eu estar na cozinha a tomar o pequeno almoço, ele na sala a ver o canal Panda. Eu começar a ouvi-lo dar pequenas risadas, eu rir-me sozinha a pensar "Que raio de bonecos estão a passar que nunca o ouvi rir assim a ver bonecos??". Eu ir espreitar à sala e dar com ele sentadinho a ver não-sei-que-desenhos-animados, com uma mão a segurar o biberão da papa, e outra dentro das calças a mexer na pila!!

 

... Estarmos os dois no sofá de pijama, ele sentar-se ao meu colo, puxar-me a camisola para cima, colocar as duas mãozitas no meu peito e dizer com o sorriso mais meloso do mundo "Ai que maminhas tã uindas mãe... xão bôax!"

 

... Ter panca por meter as mãos nas mamitas da madrinha, da avó e da prima (estas então, são um luxo né filho?? Até a mãe queria umas assim!!).

 

... Não poder ver umas pernas ao léu sem se atracar nelas, a fazer festinhas!!

 

Huummm... cheira-me que vou ter muita dor de cabeça com este fulaninho!!!

tags:
publicado por Antes assim... às 16:56

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

SOLIDARIEDADE

Não há melhor exemplo do que ver o meu filho a por a gatinha de peluche a mamar na vaquinha de peluche!! E depois diz-me:

 

"Mãe, eua já papou. A vathinha na tem maix eitinho... O B. vai pompar papinha de iais xim? Eua tem pome mãe!!"

 

E nisto embala a gata, de 10cm: " Ó athinha... tem pome athinha? O B. dá miminhe e beije! Ó mãe? Dá beije amein!"

publicado por Antes assim... às 11:37

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

MAS PORQUÊ?????

Porquê filho??

 

Porque é que andas sempre a correr... se invariavelmente cais?

 

Porque é que não consegues ir a andar e a olhar para onde vais... e depois bates com a cabeça em todo o lado?

 

Porque é que por motivos tão tontinhos fazes birras medonhas, de segundos é certo, mas fazes... se no fim de 5m de choro percebes que fizeste mal e vens pedir-me desculpa e mimo, tão sentido?

 

Porque é que de vez em quando apertas as bochechas dos outros meninos?

 

Porque é que não me ouves quando te chamo para vir ao pé de mim, e quanto mais te peço para vires mais corres a fugir?

 

Porque é que detestas estar deitado para te por e tirar a fralda da noite?

 

Porque é que durante o dia pedes à avó para fazer xi xi e cocó e a mim me calham sempre cocós nas cuecas??

 

Porque é que quando te ponho o champô na cabeça ficas doido à procura de água para pôr na boca???

 

Porque é que no fim do banho te peço para estares quieto enquanto te seco e tu esperneias, pontapeias e gritas que nem um doido... e quando eu já tenho a cabeça esgotadinha de todo acabo por te dar uma palmada no rabo que me deixa sempre cheia de remorsos por não te conseguir "levar" na brincadeira??

 

Porquê... e como é que consegues não parar durante um segundo que seja quando me sento contigo no sofá e passas por cima de mim, saltas do banco para as costas do sofá e vice versa, pões-te em cima do meu pescoço, pisas-me as pernas e tudo o que apanhas... e móis-me todinha até às pontas do cabelo? Daqui salvam-se os maravilhosos beijos que me dás para tentar que eu não me vá "passando" e da pergunta constante, só para garantir que ainda pode ir abusando, "Taix bôa mãe??"

 

Há dias em que me sinto completamente esgotada... e sinto verdadeiros e sentidos remorsos de não conseguir estar fresquinha que nem uma alface para aturar as brincadeiras (e asneiras) dele quando chegamos a casa. Nem sempre é assim, muitas vezes não é assim... mas há dias em que admito, que é ele quem menos merece levar com a minha falta de paciência, mas gostava de saber porque é que é exactamente nesses dias que ele resolve portar-se pior??? Ou serei eu que consigo tolerar menos... sabe-se lá!!

 

A sorte meu anjo/peste, é que é só de vez em quando! Mas tu não deixes de ser teimoso não... não percebes que sou ainda mais teimosa pázito???

 

 

 

 

tags:
publicado por Antes assim... às 11:16

link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Quarta-feira, 4 de Novembro de 2009

A FALAR PIPOQUÊS!!

Protagonistas: O pipoca e o G. a brincar juntos na loja da minha mãe, enquanto a avó do G. vai beber um café. O G. tem menos 3 meses que o pipoca, e é um simpático que está sempre a rir!

 

À hora do almoço:

 

Eu: Então filhote? A avó disse que tiveste a brincar com o G.?

Ele: Xim!

Eu: E divertiste-te filho?

Ele, de cara meio decepcionada: Xim mãe... max o G. na tháua...

Eu: O G. não fala???

Ele: Não mãe... só faix brrruuuuummm!! (pelos vistos, quando brincava com um carrinho)

 

O que um fala de mais, fala o outro de menos!!!

tags:
publicado por Antes assim... às 16:44

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

APANHEI UM SUSTO...

Na segunda fui às compras. Aproveito e deixo o pipoca mais um bocadinho com a minha mãe, e assim a coisa é mais rápida. Chego, e para o convencer a despachar-se a entrar no carro suborno-o com os hipopótamos da Kinder que lhe comprei (pois, é feio... e transmito-lhe maus valores, mas raios, às vezes a pressa é tanta que um subornozito não lhe deve deformar assim tanto a personalidade!!).

 

Chegados a casa e a única coisa de que fala é dos hipopótamos. Explico que primeiro a mãe tem de levar as compras para dentro de casa, porque não sabe em que saco estão os ditos. Abro a mala do carro, não puxo a protecção para trás porque os encaixes estão mesmo a partir e não os quero forçar. Além disso, não são muitos sacos. Na rua é noite e as luzes da nossa casa ainda estão a acender no horário antigo, por isso está escuro. Peço-lhe para me ir ajudando a levar as compras, a ver se o convenço a não ficar ali sozinho. São meia dúzia de metros até à porta de casa, mas há uma curva para contornar a casa, e deixo de o ver, e detesto deixá-lo sozinho, ainda mais com tudo tão escuro, porque as luzes da rua ainda estão avariadas. Mas não!! O senhor promete que fica ali, especado a olhar para as compras a guardar os Kinder. Cumpriu a promessa, fui e vim duas vezes a casa com ele ali, de mãos nos bolsos a olhar para o interior do carro. À terceira, como das outras vezes, chamo-o assim que saio de casa, só para confirmar: "Pipoca?". Nada... "Pipocaaaa??". silencio. Meu Deus, aqueles metros pareceram-me quilómetros, vi o carro e não o via a ele em lado nenhum, e ele continuava a não responder. Em míseros segundos consegui ir da histeria ao pânico total, e imaginei logo o carro dos raptores paradinhos lá ao fundo, à espera de me apanharem distraída para levarem a minha cria. Ou que o danado tinha fugido e caído pela barreira abaixo e estava inconsciente. O que eu consegui pensar em tão pouquíssimo tempo... chego aflita ao carro, a chamar por ele em tom de doida e não é que oiço um baixinho "Thou athí... ao pé das pompas!". Ufffffa!! E lá estava ele, escondidinho bem lá no fundo, que a bagageira é enorme, entre dois sacos de compras a brincar às escondidas.

 

A brincar às escondidas na rua, à noite e sem luz??? Ó rico filho, p'la tua riquinha saúde!! Tu vê lá mas é se tomas juízo que mais um milésimo de segundo e aqui a mãezinha ia directa para as urgências com um colapso cardíaco!!!

publicado por Antes assim... às 11:07

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

.links

.tags

. todas as tags