.Eu

.pesquisar

 

.Julho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
24
25
26
27
28
29
30
31

.Acabado de dizer

. o amor

. Cá por casa é tudo compli...

. Porque viver é mesmo assi...

. Março

. 2011

. PODIA SER DE UM FILME...

. PRENDINHAS DAS BOAS

. A NOSTALGIA DO NATAL

. A VIDA NÃO É FÁCIL...

. BIRRAS... COISA MAI LINDA...

.E já disse tanto...

. Julho 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

Segunda-feira, 13 de Dezembro de 2010

A VIDA NÃO É FÁCIL...

...quem disse que era? Se alguém o disse, devia ter bebido um copo a mais. Ou estava embriagado de paixão. Viver é difícil, para todos. Por isso, cada qual vai desenrolando o seu rol de penas, vai carpindo as mágoas, vai pensando no que podia ou devia ter feito e não fez... no que acha que devia mudar e não muda. Mas pesando bem, se uma pessoa não tivesse nada que lhe dificultasse o seu viver, às tantas, viver não tinha tanta importância. É por isso que não consigo perceber como é que alguém tem coragem para acabar com a própria vida, seja lá por que razão tenha sido. É por isso que me sinto tão egoísta e idiota quando em momentos de desespero interior penso que seria melhor desaparecer... e depois arrenpendo-me de o desejar. De pensar que se fosse assim "de levezinho" seria melhor para todos. Não que fosse eu a fazê-lo porque, como disse, não teria coragem, mas que acontecesse... E depois, só depois, vejo o quão estúpido é aquilo que penso. Lá está. Uma pessoa não se embriaga só de álcool. Eu cá preferia andar sempre embriagada de paixão, mas às vezes a vista fica turva... mas é das lágrimas. E fico embriagada de tristeza. E é neste estado que penso as coisas mais parvas. Mais valia beber um bom champanhe!!

 

Viver é bom. Cheirar o cabelo do meu filho equivale a anos de vida. Assim como vê-lo sorrir, crescer, aprender, ensinar-me, brincar! Viver para mim é sentir o cheiro da terra molhada, olhar o lume na lareira, ficar paralisada a olhar para as luzes da árvore de Natal e viajar no tempo para trás, sair para a rua num bom dia de nevoeiro. Tudo isto me faz sentir viva. E há dias em que preciso de levar assim um abanão e sentir qualquer destas pequenas coisas, para pensar o quanto é bom estar viva para as poder sentir.

 

Hoje estava um belo dia de nevoeiro. O meu filhote foi elogiado na escolinha, porque lá comporta-se como "um pequeno homenzinho", palavras da professora. A tristeza foi engolida, e ficou lá bem no fundinho. Eu sinto-a, mas mando-a passear. Eu sou mais eu quando a domino. Que se lixe a tristeza e tudo o que a causa. E é assim, agarradinha com muita força às pequenas coisas que me fazem sentir viva que eu estou a viver. É que nunca se sabe quando dá uma "sulipampa" a uma pessoa!!

 

 

tags:
publicado por Antes assim... às 22:11

link do post | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

.links

.tags

. todas as tags