Lilypie Fourth Birthday tickers

.Eu

.pesquisar

 

.Julho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
24
25
26
27
28
29
30
31

.Acabado de dizer

. o amor

. Cá por casa é tudo compli...

. Porque viver é mesmo assi...

. Março

. 2011

. PODIA SER DE UM FILME...

. PRENDINHAS DAS BOAS

. A NOSTALGIA DO NATAL

. A VIDA NÃO É FÁCIL...

. BIRRAS... COISA MAI LINDA...

.E já disse tanto...

. Julho 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

Free Blog Counter

Sexta-feira, 2 de Janeiro de 2009

2009

E já é 2009... a passagem de ano foi boa, o jantar foi bom (Uma sapateira, camarões cozidos e fritos, amêijoas à bulhão pato e berbigão à moda da Nazaré. Para primeira vez que fiz as últimas duas receitas não correu nada mal... um bocadinho salgadas, mas pronto...). Consegui entrar o ano chateada com o marido. Pedi-lhe para não me molhar com o champanhe, não adiantou, como já andava muito feliz da vida com ele, fiquei ainda melhor... eu sei que também não ando com pacência nenhuma, mas são umas atrás de outras, o que depois me tira a paciência para coisas mínimas, que numa situação normal não me fariam chatear. Era 1h disse que se ia deitar. Eu disse-lhe que quando está em casa sozinho a ver televisão nunca tem sono e fica até às tantas... chamou-me de besta. Ontem conseguiu passar o dia a implicar comigo por tudo, tudinho mesmo, até pelo facto da minha mãe me ter ligado três vezes... por eu não tirar logo a louça da máquina de lavar (que normalmente lava durante a noite...), por eu dizer que ainda havia comida para o jantar e ele querer fazer mais comida, etc, etc.... à noite deitei o meu menino. Às 23.00h disse-lhe que me ia deitar, já não costumo dormir muito e estas ultimas noites com o pipoca constipado tem sido complicado... reclamou porque é que eu não ficava mais um bocado, que também se ia levantar cedo. Respondi-lhe que ele ia dormir a noite toda e eu não... perguntei-lhe se queria ir deitar-se comigo, respondeu que não tinha sono. E pronto. Foi um dia magnífico, um começo de ano espectacular... e até foi, porque fiquei triste, chorei, ri e fiquei muito feliz. Já se sabe com quem ri muito, não é??

 

Pois é, o meu pipoca anda demais. Ele sai-se com cada uma, diz uns nãos mais perfeitinhos, faz belas birras e pior... aprendeu a arranhar!! Já tenho a cara toda marcada e está difícil fazer-lhe compreender que é feio arranhar... o gajito tem cá uma mão leve! Mas depois digo-lhe que não gosto dele e ele desarma-me. Agarra-se a mim muito aflito, "à mãe, à mãe", a dar muitos beijinhos e festinhas e abracinhos... claro que me derrete em 5 segundos!! Aproveitamos e brincamos muito ontem.

 

Ele já estou melhor da constipação, esta noite dormiu bem melhor e só acordou duas vezes... de manhã quis muito mimo... e com ele ao colo senti que não consigo ter noção exacta do tamanho do amor que sinto por aquela coisa pequenina! É que é uma coisa tão intensa, tão imensa... uma sensação agradável que me faz sentir de bem com a vida e comigo mesma, afinal, ele é a coisa mais perfeita que eu fiz na vida! Naquele instante esqueço tudo e sinto-me afortunada pelo privilégio de estar ali o meu filhote, agarradinho a mim, a trocarmos carinhos e um amor incondicional. O meu filhote hoje de manhã fez-me sentir uma mulher feliz... e são este bocadinhos de felicidade a que me agarro que vão fazendo com que leve a parte difícil da minha vida...

 

Ontem no carro olhei para o lado e pensei, se não somos felizes porque estamos juntos? O que é que eu sinto por este homem? Ele está tão distante... e eu também. Mas depois olho para trás... e uma coisinha fofinha e sorridente ilumina a minha tristeza. Filho, ainda bem que existes!! Para todos os efeitos, para mim, o ano novo começou hoje, às 8.20h, quando peguei no meu filhote ao colo e ele me encheu de mimo!!

publicado por Antes assim... às 10:51

link do post | comentar | favorito
|
7 comentários:
De Reflexos a 2 de Janeiro de 2009 às 13:18
Que tenha um feliz 2009.
Agarre-se às coisas boas... não deixe que as más não permitam as boas acontecer nem fazer de quem gosta feliz.
Falo com conhecimento de causa e já 'vou um bocadinho mais à frente na saga. Essa fase é hirrível, porque entramos em guerra com nós próprias... sentimo-nos completamente partidas ao meio, mas descanse que no fim a decisão é a melhor e entramos em paz...

BJocas
De Antes assim... a 2 de Janeiro de 2009 às 14:11
Obrigada... às vezes sinto-me mesmo muito perdida. Porque às vezes parece que está tudo muito bem e depois descamba tudo... vale-me o meu filhote e a alegria que ele me dá!!

Beijinhos
De maebabada a 2 de Janeiro de 2009 às 15:30
quando chega uma criança a vida do casal muda muito, se as coisas estão boas optimo, se estão tremidas toda a energia que um bebe requer pode desgastar muito uma relação...
pensa bem, mas pensa no que te fez casar..pensa no que vias nele para teres dado esse passo...procura esse homem por quem te apaixonaste, vê se o descobres...e quanto ao pipoca..exige que as tarefas sejam partilhadas, não sejas tu a fazer tudo porque isso so causa mais cansaço e menos paciencia.

beijocas e tenta ver positivo
De Antes assim... a 2 de Janeiro de 2009 às 16:17
Sabes, até me fizeste vir as lágrimas aos olhos. É como dizes, eu tinha muitas expectativas na vinda deste filho e nas alterações que daí viriam para o meu casamento, só nunca pensei que viesse a ser tudo tão mau. Afinal, um filho deverá ser sinónimo de felicidade e união! O pior é esta duvida se será assim só por causa da mãe dele, ou se também seria assim se ela não tivesse feito o que fez... Procuro muito lembrar-me de como era antes, porque era muito bom mesmo. Mas encontro duas pessoas completamente diferentes...E quando procuro que faça alguma coisa diz que não sabe fazer, mas nem tenta fazer... e como raramente está na hora do banho por ex, acabo por ser eu a fazer tudo. Ainda tentei com a comida, mas ele enerva-se rápido e desiste depressa... Será que ainda pode vir a ser diferente??
De maebabada a 5 de Janeiro de 2009 às 10:08
eu conheço casais que com a vinda do 1º filho se desgastaram muito, mas que assim que o bebé começa a crescer e deixa de exigir tanto, as coisas voltam ao sitio...cada caso é um caso e só voces sabem o que sentem e o que desejam, eu por mim, acho que enquanto ha amor, tudo se deve tentar.

beijos grandes, o importante é que sejam felizes
De JohnnyMary a 8 de Janeiro de 2009 às 15:15
Querida,

Faço minhas as palavras da Mãe Babada! Às vezes temos que reflecir muito bem e analisar muito bem o que vai dentro do nosso coração para podermos tomar decisões que, por vezes, são muito difíceis de tomar!
Tenta não deixar que pessoas fora do teu casamento interfiram demasiado!

Boa sorte!
De Antes assim... a 8 de Janeiro de 2009 às 16:16
Eu bem tento, mas há coisas que estão fora do meu controle... neste caso, não posso impedir que a minha sogra e"encha" a cabeça ao meu marido...

Mas obrigada e beijinho

Comentar post

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

.links

.tags

. todas as tags