Lilypie Fourth Birthday tickers

.Eu

.pesquisar

 

.Julho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
24
25
26
27
28
29
30
31

.Acabado de dizer

. o amor

. Cá por casa é tudo compli...

. Porque viver é mesmo assi...

. Março

. 2011

. PODIA SER DE UM FILME...

. PRENDINHAS DAS BOAS

. A NOSTALGIA DO NATAL

. A VIDA NÃO É FÁCIL...

. BIRRAS... COISA MAI LINDA...

.E já disse tanto...

. Julho 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

Free Blog Counter

Quarta-feira, 27 de Janeiro de 2010

COISAS QUE ADOÇAM... O CORAÇÃO!!

"Mãe, anda fajer este pavéu tumigo!" (pavéu é puzzel)

 

"Mãe, tontha uma thóia!!"

 

"Eu já xou um homim. Já xei tomá banho xojinho e pôr puma no poupo!"

 

"Mãe, dá-me pépéu higéninic"

 

"Mãe, olha o meu pompador" (computador...)

 

"Ó mãe, tu tinhas xódades minhas, tinhas? Éx mutho thida mãe..."

 

Pipoca a fazer rissóis com a tia e a bater com  rolo na bancada: " Eu adóuo fajer ixóis tia!". A tia pede-lhe para não fazer tanto barulho. "Puthé?". A tia responde que lhe dói a cabeça. Ele dá-lhe uma abraço, um beijo repenicado e diz-lhe, enquanto lhe faz festas na cabeça: "Pontho, eu faxo uma estinha a thi... já paxou... pontho.... Já paxou tia??". E quando a tia, completamente derretida lhe diz que sim, que já passou, ele responde-lhe: "Então já poxo fajer baulho!!", e lá continua a amassar, ou melhor, a dar com o rolo na bancada!!!

 

Ontem tomamos banho juntos. Eu a passar-me com a água queixo-me: "Ai filho a mãe tem as pernas todas arrepiadas com frio..."

Ele: "Xanxa mãe, xanxa q'eu ponho uá tentinha na tuax penax!! (Xanxa... é descansa)

 

tags:
publicado por Antes assim... às 14:05

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Sexta-feira, 22 de Janeiro de 2010

POR FAVOR, AJUDEM A PEQUENA SOFIA!

A minha querida amiga do blog http://johnnymary.blogs.sapo.pt/ deixou-me um apelo ao qual ninguém fica indiferente!! O texto dela descreve toda a história desta pequenota, linda de morrer, que não deve nem pode ficar sem ajuda!! A primeira coisa que me ocorreu foi "E se fosse com o meu pipoca?? Meu Deus..."

 

Deixo tambem o meu apelo: copiem o texto, divulguem, tentem fazer o exame!! É só passar no Centro de Histocompatibilidade do Centro, retirar uma pequena amostra de sangue, como uma análise de rotina! Os únicos requisitos iniciais são que se tenha entre 18 e 45 anos, que se pese mais de 50 Kg e nunca tenha feito uma transfusão de sangue. Como diz a amigaJohnny Mary: não custa nada!!

 

 

 

 

Olá, eu sou a Sofia Domingues Fonseca, e tenho 7 meses.

Foi-me diagnosticado LEUCEMIA, e só me poderei salvar com a vossa ajuda!!!!

Eu sou e quero continuar a ser a alegria dos meus Pais e Família…

Ser feliz e ter direito à vida como qualquer criança…!

“Nada é pior na vida do que desejar o impossível e lamentar não ter feito o possível” AJUDEM-ME POR FAVOR

Contactos: 919107979 ( Ana Bernardes ) 239480700 (Centro de Histocompatibilidade do Centro – HUC)

tags:
publicado por Antes assim... às 17:24

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

TAL MÃE TAL FILHO!! E É TÃO BOM DE RECORDAR...

Íamos no carro para casa, já com a noite a cair. Ao fundo, por cima dos montes, as nuvens criavam uma espécie de onda gigante num tom mais escuro. Ouvi o meu pipoca dizer:

 

"Mãe? Olha auí o mar tão uindo..."

 

E eu lembrei-me que em pequena pensava exactamente o mesmo! E durante muito tempo me convenci de que realmente, lá ao longe, aquele escuro, era o mar... Disse-lhe apenas:

 

"É lindo não é amor?"

 

E ele, em tom baixinho e pensativo, a admirar tamanha beleza, confirmou:

 

"É é mãe... mutho uindo..."

 

 

tags:
publicado por Antes assim... às 14:13

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quinta-feira, 21 de Janeiro de 2010

ATÉ PARECE QUE ADIVINHA!!

Ontem o marido levou o pipoca a casa dos pais dele. Por tudo o que se passou, não é propriamente uma situação que me deixe confortável. No entanto, eu sou adulta (é verdade!), embora me custe pela injustiça e pela sensação de impunidade que isso mostra, nunca o proibi. Eles são avós, ele é neto, o pai leva-o lá quando assim o entende. Eu, a pouco e pouco, e atendendo ao facto de vivermos, ou não, um momento de tranquilidade familiar, lá vou conseguindo gerir melhor o estado de ansiedade de mãe leoa, que sou tudo menos perfeita!!

 

O pipoca tem dois anitos e meio! Não sabe de nada, não percebe nada, e as vezes há coincidências que me deixam a pensar se assim será mesmo!! Ele é esperto e apanha tudo o que dizem, seja dirigido directamente a ele ou não! Já é visível o quanto é aliciado com os brinquedos que lhe dão e com os quais apenas pode brincar lá, porque não o deixam traze-los para casa. Sei que mais tarde ou mais cedo me vai começar a pedir para ir  lá para poder brincar com eles. E sei também que prometi a mim mesma que quando o entendesse independente o suficiente para decidir aonde e com quem queria estar, não o iria proibir de ir. Ele vai fazer 3 anitos, e a sua independência é cada vez maior. Só me esqueci é que tenha ele 1 mês, 3 anos ou mesmo 10, o meu sentimento de mãe, de querer saber se está tudo bem, de o ver mais murcho e daí a um bocado querer saber se assim continua, de poder ir buscá-lo aonde está quando quiser, se vai manter... independentemente da idade. E lá eu não posso ir. Nem posso ligar. E se acontecer alguma coisa eu não vou saber. E isso apoquenta-me tanto... Eles não me falam e recusam-se a ter qualquer tipo de relação comigo, por mais que eu tenha insistido em voltarmos, no mínimo, a falar o essencial.

 

Como mãe espero apenas conseguir explicar ao meu filho que devemos gostar das pessoas pelo amor que elas nos retornam, por saber que também elas gostam de nós. E gostar de nós não é quantificável no numero de brinquedos, no tamanho ou no preço dos mesmos!! Espero sinceramente que nisso o pipoca saia mais à mãe e perceba que o amor não se compra, constrói-se com actos e respeito. Que importante é o sentimento e não o valor material. Que não faz mal ir a casa dos avós se lá tem brinquedos maravilhosos, mas que não é isso o mais importante.

 

Em resumo de tudo isto, e em jeito explicativo deste desabafo, ontem a conversa com ele foi assim:

Eu - Anda filhote, o pai mandou uma mensagem que está a chegar. Vamos vestir o casaco!

Ele - Puquê? Vamos xaí?

Eu - Sim filho, vais sair com pai...

Ele - Vamos à vó X.?

Eu - Sim doce, vão à avó X....

Ele - Obiáda mãe! Éx mutho uinda mãe!

Eu - Sou???

Ele - Sim mãe, éx mutho uinda, dexas eu i à vó X!

 

Ora se eu nunca disse que não deixava... aquela saída impressionou-me! Hoje comentei com as minhas colegas do trabalho a resposta dele. A amiga cúmplice acha que ele pode já perceber que eu não vou lá e que se passa qualquer coisa... a outra colega acha que ele pode ter ouvido alguma conversa ou terem-lhe dito directamente que não vai mais vezes lá porque a mãe não deixa...

Eu?? Eu estou por tudo e cada vez me assusta mais o que ainda está para vir!!

 

tags:
publicado por Antes assim... às 11:39

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Quarta-feira, 20 de Janeiro de 2010

E A CARA DO PAI???

O pipoca continua nesta fase terrível de fazer cocó nas cuecas. Umas vezes porque é muito duro, outras porque é mole demais... enfim!! Eu é que já não sei o que inventar para o convencer de que o cocó se faz na sanita.

 

Após um fim de semana conturbado nestes assuntos, Domingo à noite e eu passada ao fim de tirar 4 cuequitas sujas com cocó num espaço de menos de uma hora! O pai, que começava a perceber o meu desespero e já não estava a achar graça nenhuma aquilo, chamava-lhe bebé, porque os bebés é que fazem xixi e cocó nas cuecas. Ele, furioso, respondia "Nãaaooo!! Eu xou homim!!". Depois o pai dizia-lhe que era porcalhão, e ele perguntava "Puquê?", como se não fosse evidente, e o pai lá voltava com a ladainha, que acabava com ele a gritar "Nãoooo, eu xou homim!!"

 

Já ao jantar, a coisa mais calma, e o pai pergunta-lhe, na esperança que ele respondesse que era porcalhão: "Vá, diz lá à mãe... como é que se chamam os meninos que fazem cocó nas cuecas?", ao que ele respondeu com o maior sorriso do mundo: " Bs!!" (nome dele no plural). LINDO!

tags:
publicado por Antes assim... às 11:08

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Quinta-feira, 14 de Janeiro de 2010

HÁ SEMPRE UMA PRIMEIRA VEZ...

Até para matar um gato!! Eu vinha devagar, ou não estivesse a chover e a fazer uma curva bem apertadinha no caminho de regresso a casa. Pelo canto do olho vi um gato branco a correr e numa fracção de segundos meteu-se debaixo do carro. Foi uma das piores sensações da minha vida... primeiro a roda da frente, depois o barulho debaixo do carro, no fim a roda de trás. Iahc... o pipoca perguntou logo "O thé itho mãe?", e eu lá lhe disse que não era nada, que tinha passado por cima de uma pedra.

 

Cheguei a casa e o marido estava na rua a carregar lenha. Assim que viu a minha cara, comigo ainda dentro do carro, perguntou-me o que se passava. Disse-lhe que me tinha acontecido uma coisa horrorosa, e ele até se alarmou por segundos... até lhe ter contado. E respondeu, enquanto olhava para a frente do carro: "Foi um gato não foi? Não foi um cão? Menos mal, que assim não se partiu o pára choques!!"

 

Gostava de saber como é que a maioria dos homens consegue ser sempre mais prático do que sentimental?? Já eu, fiquei agoniada até agora, e arrepio-me sempre que me lembro... tadito do bichano pá!

tags:
publicado por Antes assim... às 09:33

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quinta-feira, 7 de Janeiro de 2010

UM HOMIM!!

O meu menino, que muitas vezes o trato por bebé, ainda!!!!!, agora diz que é um homim!

 

Frases como: "Ó mãe eu thunxigo, eu xou um homim!" ou "O B. faiz, o B. já é um homim!" são frequentes.

 

Ontem a minha mãe contou-me a seguinte conversa dele com o meu pai:

 

" O B. thér xer um homim gande!"

" Ai queres?? Um homem grande assim como o avô?"

" Não... tu és nininho vô B.!! O B. thér xer um homim gande comó painho!!"

 

Nota: O meu pai deve ter cerca de 1,66m e o meu afilhado, padrinho dele, mede à volta de 1,90m e mais qualquer coisa, que não sei ao certo!!!

 

 

tags:
publicado por Antes assim... às 12:27

link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|
Terça-feira, 5 de Janeiro de 2010

AS FESTAS TODAS!!

Acabou!! Mais um ano, as respectivas festas de despedida, e agora que venha um ano melhor, muito melhor do que o que passou. Sinceramente, prevejo que  venha até a ser um ano muito mais difícil que o anterior, mas para que não se pense que lá estou eu com o meu negativismo, prefiro mesmo ficar à espera de que as coisas corram melhor, mesmo que no fundo sinta que daqui a uns tempos vou estar a dizer a mim mesma ou a alguém "vês... eu não dizia?".

 

A passagem de ano foi festejada por terras da Serra da Estrela, destino de eleição nesta altura do ano e que nos enche sempre as medidas. Conseguimos uma casa com óptimas condições, tão boas que passamos o fim de semana a sofrer e a queixarmo-nos com calor... meu Deus, até de noite tínhamos dificuldade em dormir, até parece ridículo, mas assim foi!! A neve foi o delírio do pipoca, que se deixava cair redondo na neve fofinha com um "Ohhh, thaí!", de propósito, e depois lá ficava, à espera que alguém o levantasse! Só se queixou que a neve era água e que sabia mal, porque na confusão da brincadeira levava as mãos à cara, e à boca, e coitadito... até lhe dava vómitos. Lá devia pensar que aquilo fosse diferente, mas afinal era só agua!!! Mas adorou, ele e nós vê-lo a ele, vermelho do frio, mas com o ar mais feliz do mundo!

 

De quinta a domingo a vida foi boa, comemos bem, dormimos mal, mas até tarde na mesma, e dava vontade de ficar por ali mais um mês. O pipoca veio mal habituado, e desde ontem que tenho de o trazer para casa da minha mãe embrulhado no pequeno cobertor, ferradinho a dormir!

 

Devo dizer, com ar de mãe muito babada, que o meu filhote está esperto, espevitado, malandro, meiguinho, crescido, mal mandado, e muito prestável para ajudar a fazer tudo e mais alguma coisa, até birras! Gosto de vê-lo cada vez mais entretido a brincar com as quintas, a dar comida aos animais e fazer grandes historias que me delicio a ouvir, discretamente, claro, para não quebrar a magia! Anda viciado também nos puzzles e nas historias... pede muitas, seja para vestir, para comer ou para dormir! Não descura o "pachete" para andar na mota, na bicicleta ou no tractor, mas principalmente no carro. É que a aceleração é tanta que no outro dia virou o carro e quase subiu a parede, por isso mais vale prevenir!

 

O que me enche de alegria imensa neste inicio de ano?? Ouvi-lo chamar-me "Ó mina mãe!" (Ó minha mãe!) com um ar mais ternurento do mundo!

 

Por aqui, a vontade de escrever é sempre muita, mas o tempo é mais escasso. Lamento não poder vir cá tanto como desejaria, nem ir aos meus blogs preferidos, nos quais gosto de deixar uma palavrinha, mas por agora não vai ser mesmo possível uma presença tão assídua. Pode ser que o Pai Natal se lembre e volte atrás, com um daqueles portáteis pequeninos e coloridos (nomes técnicos não é comigo)... isso é que era!

publicado por Antes assim... às 17:01

link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

.links

.tags

. todas as tags