Lilypie Fourth Birthday tickers

.Eu

.pesquisar

 

.Julho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
24
25
26
27
28
29
30
31

.Acabado de dizer

. o amor

. Cá por casa é tudo compli...

. Porque viver é mesmo assi...

. Março

. 2011

. PODIA SER DE UM FILME...

. PRENDINHAS DAS BOAS

. A NOSTALGIA DO NATAL

. A VIDA NÃO É FÁCIL...

. BIRRAS... COISA MAI LINDA...

.E já disse tanto...

. Julho 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

Free Blog Counter

Quinta-feira, 21 de Janeiro de 2010

ATÉ PARECE QUE ADIVINHA!!

Ontem o marido levou o pipoca a casa dos pais dele. Por tudo o que se passou, não é propriamente uma situação que me deixe confortável. No entanto, eu sou adulta (é verdade!), embora me custe pela injustiça e pela sensação de impunidade que isso mostra, nunca o proibi. Eles são avós, ele é neto, o pai leva-o lá quando assim o entende. Eu, a pouco e pouco, e atendendo ao facto de vivermos, ou não, um momento de tranquilidade familiar, lá vou conseguindo gerir melhor o estado de ansiedade de mãe leoa, que sou tudo menos perfeita!!

 

O pipoca tem dois anitos e meio! Não sabe de nada, não percebe nada, e as vezes há coincidências que me deixam a pensar se assim será mesmo!! Ele é esperto e apanha tudo o que dizem, seja dirigido directamente a ele ou não! Já é visível o quanto é aliciado com os brinquedos que lhe dão e com os quais apenas pode brincar lá, porque não o deixam traze-los para casa. Sei que mais tarde ou mais cedo me vai começar a pedir para ir  lá para poder brincar com eles. E sei também que prometi a mim mesma que quando o entendesse independente o suficiente para decidir aonde e com quem queria estar, não o iria proibir de ir. Ele vai fazer 3 anitos, e a sua independência é cada vez maior. Só me esqueci é que tenha ele 1 mês, 3 anos ou mesmo 10, o meu sentimento de mãe, de querer saber se está tudo bem, de o ver mais murcho e daí a um bocado querer saber se assim continua, de poder ir buscá-lo aonde está quando quiser, se vai manter... independentemente da idade. E lá eu não posso ir. Nem posso ligar. E se acontecer alguma coisa eu não vou saber. E isso apoquenta-me tanto... Eles não me falam e recusam-se a ter qualquer tipo de relação comigo, por mais que eu tenha insistido em voltarmos, no mínimo, a falar o essencial.

 

Como mãe espero apenas conseguir explicar ao meu filho que devemos gostar das pessoas pelo amor que elas nos retornam, por saber que também elas gostam de nós. E gostar de nós não é quantificável no numero de brinquedos, no tamanho ou no preço dos mesmos!! Espero sinceramente que nisso o pipoca saia mais à mãe e perceba que o amor não se compra, constrói-se com actos e respeito. Que importante é o sentimento e não o valor material. Que não faz mal ir a casa dos avós se lá tem brinquedos maravilhosos, mas que não é isso o mais importante.

 

Em resumo de tudo isto, e em jeito explicativo deste desabafo, ontem a conversa com ele foi assim:

Eu - Anda filhote, o pai mandou uma mensagem que está a chegar. Vamos vestir o casaco!

Ele - Puquê? Vamos xaí?

Eu - Sim filho, vais sair com pai...

Ele - Vamos à vó X.?

Eu - Sim doce, vão à avó X....

Ele - Obiáda mãe! Éx mutho uinda mãe!

Eu - Sou???

Ele - Sim mãe, éx mutho uinda, dexas eu i à vó X!

 

Ora se eu nunca disse que não deixava... aquela saída impressionou-me! Hoje comentei com as minhas colegas do trabalho a resposta dele. A amiga cúmplice acha que ele pode já perceber que eu não vou lá e que se passa qualquer coisa... a outra colega acha que ele pode ter ouvido alguma conversa ou terem-lhe dito directamente que não vai mais vezes lá porque a mãe não deixa...

Eu?? Eu estou por tudo e cada vez me assusta mais o que ainda está para vir!!

 

tags:
publicado por Antes assim... às 11:39

link do post | favorito
|
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

.links

.tags

. todas as tags